<
Tempo e Presença Digital - Página Principal
 
JOÃO CALVINO: 500 ANOS!
Ano 4 - Nº 17
Outubro de 2009
Publicação Virtual de KOINONIA (ISSN 1981-1810)
_Índice
 
 
EDITORIAL
PÁGINA DE KOINONIA O protesto da Reforma

ARTIGOS
Calvino, 500 anos , Eduardo Galasso Faria
A celebração do Jubileu de João Calvino em todo o mundo neste ano de 2009 tem sido a oportunidade para ir ao reencontro de um reformador que deu ao protestantismo um rosto latino. Passados tanto anos, a tarefa pode ser mais difícil do que se pensa. Acontece que este reformador mais do que os outros, tem uma imagem marcada por estereótipos que, de modo geral, ocultam sua real contribuição para o mundo ainda hoje.

O Calvino desconhecido... (Alguns apontamentos sobre João Calvino antes do Calvinismo) , Zwinglio M. Dias
Dizem que Karl Marx, ao ler um texto de apresentação do que se reputava como marxismo, ficou muito frustrado e declarou que se aquilo fosse marxismo ele não seria jamais marxista! Esta anedota ilustra muito bem o fato de que quase sempre os seguidores ou reduzem ou vão além daquele a quem dizem seguir ou representar.

Calvino e Suas Diversas Heranças na Tradição Reformada , Leopoldo Cervantes-Ortiz
E, talvez, o mais humanista...Porque qualquer aproximação à figura do reformador franco-genebrino, que ainda muito jovem experimentou o fel da perseguição e do exílio, e que teve de ouvir a feroz admoestação de seu compatriota Guilherme Farel para sair da torre de marfim da erudição e enfrentar a enorme responsabilidade de conduzir os destinos da Reforma ante o risco de sua desintegração ou assimilação aos impulsos renovadores católico-romanos (“Farel me deteve em Genebra, nem tanto por seus conselhos e exortação, mas por uma conjuração espantosa, como se Deus tivesse estendido do lato sua mão sobre mim para me deter”, escreveria Calvino em l5573), deve levar muito a sério o fato de que integrou, em sua fé e em seu discurso teológico, uma ampla gama de elementos, como o mais profundo respeito pela Palavra de Deus, o zelo genuíno pela fé dos apóstolos, uma piedade profunda e provada, além de um amplo conhecimento da tradição teológica da Igreja e do pensamento clássico.

Sobre as vocações em João Calvino (Cultivo, Cultura, Culto) , Emmanuel Flores Rojas
Por ocasião do Jubileu Reformado e Reformador pelos 500 anos do nascimento de João Calvino, cristão universal (verbigracia católico) e reformador francês do século XVI, sempre será pertinente voltar ao primigênio pensamento teológico, político, social e econômico de tão insigne servo de Deus e homem da Igreja. Num esforço, não tanto para exaltar sua própria figura ou personalidade, coisa que ele mesmo teria detestado e reprovado, mas numa tentativa sempre louvável de resgatar parte da grande tradição calviniana que configurou nossa cosmovisão como cristãos reformados.

Walter Kasper: uma vocação ecumênica , Faustino Teixeira
Num tempo de certo esfriamento do ecumenismo, vale debruçar-se sobre uma obra que acaba de sair publicada na Itália: Walter Kasper & Daniel Keckers. Al cuore della fede. Le tappe di una vita. Cinisello Balsamo: San Paolo, 2009 (traduzido do original alemão, de 2008). É um livro sobre a vida e a obra de Walter Kasper, atual Presidente do Pontifício Conselho para a Unidade dos Cristãos.


CRÍTICA

• Novas formas de ser Igreja?, Ivone Gebara



SEÇÕES

Coluna Anivaldo Padilha

Memória - textos que marcaram toda a existência do Tempo e Presença

Dicas Bibliográficas – novidades e recomendações de nosso acervo

Expediente

*TEMPO E PRESENÇA está adaptando-se ao novo Acordo Ortográfico entre os países de Língua Portuguesa.